Acompanhe informações sobre a greve dos rodoviários

Foto: Agência Brasil

A greve começou às 0 hora desta segunda-feira (03). Justiça determina que 70% da frota circule

A greve dos rodoviários começou as 0 hora desta segunda-feira (03) em várias garagens do Transcol. Representantes do Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) foram às garagens para dar instruções aos profissionais.

Segundo informações do Sindirodoviários, 70% da frota estaria nas ruas até às 9 horas. Após esse horário, os ônibus agora circulam com 50% da frota. A partir das 17 horas, na volta para casa, usuários vão a contar com 70% da frota nas ruas.

A determinação partiu do desembargador José Luiz Serafini que deferiu parcialmente o pedido de liminar do GVBus e do Setpes determinando que o Sindirodoviários mantenha 70% da frota dos ônibus circulando durante os horários de pico, das 6 às 9 horas e das 17 às 20 horas.

Além disso, a liminar impõe que nos demais horários, 50% da frota esteja nas ruas. A decisão vale para todas as linhas e itinerários. Vale lembrar que o descumprimento da liminar, ainda que parcial, acarretará multa diária de R$ 200 mil.

O GVBus informou que está fiscalizando as saídas dos ônibus das garagens junto com o Sindirodoviários, que, por sua vez, afirmou que a qualquer sinal de descumprimento da liminar tomará as medidas cabíveis.

Espera

Com menos ônibus nas ruas, muitas pessoas estão com dificuldade para entrar nos coletivos. A Ceturb informou que dos 1.426 ônibus que fazem parte do Sistema Transcol pelo menos 897 devem circular na Grande Vitória nos horários de pico.

Nos principais terminais da região metropolitana há reclamações sobre atrasos de até 30 minutos. Contudo, os ônibus estão circulando. A maior dificuldade é nas linhas alimentadoras, que passam dentro dos bairros.

Em Laranjeiras, os ônibus estão muito cheios e demoram a passar nos pontos. – Foto: Gabriel Almeida

A jornalista Karolyne Souza disse que encontrou dificuldades nesta greve.”O ônibus que circula no meu bairro não passou, por isso peguei uma carona até o terminal de São Torquato. Se tivesse entrado não conseguiria chegar a tempo no trabalho. Mesmo correndo risco de assalto, atravessei a Cinco Pontes a pé e cheguei ao meu destino”, explicou.

O estudante Ryan Miguel disse que está em semana de provas na escola e não poderia faltar a aula. Ele contou que esperou pelo coletivo por 1 hora no ponto de ônibus em Padre Gabriel, Cariacica, mas, sem sucesso, retornou para casa.

No bairro Flexal, também em Cariacica, moradores informaram que a Linha 704, que segue para o Terminal de Itacibá, não estava circulando. Eles disseram que desde às 4h30 nenhum coletivo passou.

Reivindicação

De acordo com o presidente do sindicato, “os rodoviários não aceitaram o reajuste de 2% repassado no salário e também nos benefícios, como plano de saúde e ticket alimentação dos trabalhadores”.

Os representantes do GVBus fizeram uma nova proposta de reajuste aos trabalhadores de 3% a partir do próximo dia 23 de janeiro de 2019, sem reajuste no plano de saúde e auxílio-alimentação. Entretanto, a categoria reivindica ajuste de 4% nos salários.

A expectativa é de que uma reunião para uma negociação seja realizada hoje, às 14 horas, no Tribunal Regional do Trabalho do Estado (TRT-ES), em Vitória.


Leia mais:

 

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!