Governo aumenta em R$ 44,5 bi total de gastos públicos para 2018

Planejamento e Orçamento dos Gastos Públicos
Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirma que essa subida se deve ao aumento do repasse para o Bolsa Família e o PAC.

O governo federal aumentou a previsão de gastos para o próximo ano em R$ 44,5 bilhões. O Ministério do Planejamento anunciou nessa segunda-feira (30) as modificações no Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2018.

Essa alteração de gastos será destinada a cobrir o aumento de recursos destinados aos programas Bolsa Família e de Aceleração do Crescimento (PAC).

O valor do orçamento passa a ser de R$ 3,569 trilhões. Desses, R$ 3,5 trilhões são do Orçamento Fiscal e da Seguridade Social. Enquanto R$ 68,8 bilhões são do orçamento de investimento das empresas em que a União, direta ou indiretamente, detém a maioria do capital social com direito a voto.

O ministro Dyogo Oliveira (foto) afirmou que o governo manterá a projeção do PIB em 2% positivos. Ele reforçou que as despesas obrigatórias continuarão em nível elevado e as discricionárias irão cair.

Ministro do Planejamento Dyogo Oliveira
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Isso será, segundo ele, motivo para aprovar a Reforma da Previdência. “O Orçamento 2018 terá uma folga de R$ 170 milhões em relação ao Teto do Gasto, uma folga pequena”, garantiu.

Concursos

O ministro Dyogo Oliveira falou também sobre a retomada de concursos públicos em 2018. O ministro afirmou que a Lei permite que sejam repostos servidores para os órgãos, em casos de vacância. Este impacto já está previsto.

Em relação às receitas de concessões, Oliveira disse que houve uma redução da projeção anterior, já que Congonhas saiu da pauta do governo.

Confira na íntegra a Apresentação PLOA 2018 realizada pelo ministro do Planejamento para a imprensa nessa segunda-feira (30).

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome