FGV: confiança do empresário em alta por 6 meses seguidos

confiança do empresário
Foto: Reprodução

O índice divulgado registrou novo aumento em dezembro e leva em conta as expectativas, a situação atual e a confiança do mercado.

O otimismo entre os empresários está em alta desde meados de 2017 e, pelo jeito, 2018 segue com perspectiva de melhoria nos negócios. Foi o que constatou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) com o Índice de Confiança Empresarial (ICE).

O ano de 2017 terminou com um aumento de 1,2 ponto em dezembro, na comparação com novembro. Foram seis meses consecutivos de alta no índice, que atingiu 93,1 pontos. Este é o maior nível desde abril de 2014, quando alcançou 95,7 pontos.

A interpretação da FGV mostra que o ano terminou com retomada do otimismo. Há uma melhora na percepção dos empresários sobre a situação atual dos negócios. A expectativa é de que a confiança continue avançando nos próximos meses, apesar da incerteza política.

Confiança do empresário

O Índice de Expectativas mede a confiança em relação ao futuro e subiu 1,4 ponto. Alcançou 101,3 pontos e ultrapassou, pela primeira vez desde novembro de 2013, a barreira dos 100 pontos. O Índice da Situação Atual avalia a situação presente e subiu 0,9 ponto, chegando a 87,6 pontos, maior nível desde setembro de 2014 (88,1 pontos).

A confiança também avançou nos quatro setores. A maior contribuição para a alta em dezembro foi dada pelo setor de Serviços (0,5 ponto), seguido pela Indústria e o Comércio (0,3 ponto, cada) e a Construção (0,1 ponto).

Para a edição de dezembro de 2017, foram coletadas informações de 4.918 empresas entre 1º e 26 de dezembro.