Exportações de café conilon em março triplicam em relação a 2017

café
Foto: Divulgação

As vendas do produto brasileiro para mercado externo ultrapassam 2,5 milhões de sacas no terceiro mês de 2018

O volume de café exportado pelo Brasil em março teve queda de 11% em relação ao mesmo mês do ano de 2017. Foram mais de 2,5 milhões de sacas de café que geraram receita cambial de US$ 396,2 milhões. Os dados são do relatório divulgado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). As informações são de que, apesar de ser menor em volume, o robusta teve importante crescimento e chegou a triplicar em relação ao ano passado.

Entre as variedades embarcadas no mês, o café arábica representou 84,5% do volume total de exportações, totalizando 2.132.973 sacas. O solúvel foi o segundo mais vendido para o exterior com 327.424 sacas, sendo 13% do total.

Café conilon

A variedade robusta ou conilon foi responsável por apenas 2,5% das exportações, que são 62.807 sacas. Porém, é importante destacar que a venda desse café para o mercado externo teve crescimento de 204,5% em relação a março de 2017. Este é um aumento de 133% em relação ao mês anterior, fevereiro de 2018.

O Espírito Santo responde por 2/3 da produção de café conilon do Brasil (segundo maior produtor mundial). E essa espécie representa cerca de 70% do café produzido no Estado.

Exportações de café

No acumulado de janeiro a março, o Brasil registrou um total de 7.739.493 sacas exportadas. Isso representa queda de 4,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita cambial também teve um declínio, alcançando US$ 1.233,1 milhões.

No primeiro trimestre de 2018, Alemanha e EUA foram os maiores consumidores do produto brasileiro. Foram destinados ao mercado alemão 18,1% das exportações de café, que dá 1.401.735 sacas. Já os Estados Unidos são responsáveis por importar 1.307.654 sacas do Brasil, respondendo por 16,9% do total.

Em terceiro lugar está a Itália, com 10,6% (823.791 sacas). Os outros países que completam o ranking dos destinos das exportações de café são Japão (7,6%), Bélgica (5,9%), Turquia (2,9), Rússia (2,6%), França (2,6%), Canadá (2,6%) e Reino Unido (2,4%).

Portos

De janeiro a março, o Porto de Santos se manteve na liderança da maior parte das exportações, com 83,8% (6.482.803 sacas). O Porto do Rio de Janeiro aparece na sequência, com 11% dos embarques (851.514 sacas).

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!