Separatistas do País Basco pedem desculpas por danos causados

ETA País Basco
Foto: Reprodução/Internet

O grupo ETA divulgou um comunicado nesta sexta-feira (20) em que reconhecem os erros de sua trajetória

O grupo separatista basco ETA chamou atenção internacional desde a madrugada desta sexta-feira. O movimento Euskadi Ta Askatasuna (Pátria Basca e Liberdade) reconheceu os “danos que causou durante a sua trajetória armada”.

Por meio de um comunicado, o ETA apela à reconciliação. “Quem dera se nada disto tivesse acontecido”, escreveram os separatistas. O grupo já havia anunciado também que vai se dissolver na primeira semana de maio.

O ETA reconhece o “sofrimento desmedido” que causou em sua trajetória. Reconheceu os “mortos, feridos, torturados sequestrados e pessoas que foram obrigadas a fugir para o estrangeiro”. “Estamos conscientes de que neste longo período de luta armada provocamos muita dor, incluindo muitos danos que não têm solução”, escreveram. “Pedimos desculpa”.

Os separatistas reconheceram tudo o que fizeram. Eles mencionam vítimas “que não tiveram uma participação direta no conflito”, mas que sofreram em “consequência de erros e decisões erradas”.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!