ES Brasil Debate: problemas, análises e soluções para mobilidade na Grande Vitória

Foto: Jackson Gonçalves

Especialistas avaliaram a situação do trânsito e dos transportes na Região Metropolitana e apontaram medidas para melhorar o fluxo.

A última edição do ES Brasil Debate tratou de um tema recorrente no dia a dia da Grande Vitória: os impactos que as mudanças de alguns anos para cá causaram no deslocamento das pessoas. O Hotel Bristol Alameda foi o palco do encontro, que foi realizado na noite desta quinta-feira (26).

O evento teve como tema “Mobilidade Urbana: alternativas, soluções e o futuro do ir e vir na Grande Vitória”. A mediação do debate ficou a cargo do professor Pablo Lira, dos cursos de Administração e de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Vila Velha.

Participaram como debatedores: o secretário dos Transportes e Obras Públicas do Espírito Santo, Paulo Ruy Valim Carnelli; a professora da UVV Gesiane Silveira, que tem experiência na área de Engenharia de Transportes; e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade de Vila Velha, Antônio Marcus Carvalho Machado.

O editor-executivo da Revista ES Brasil, Mário Fernando, deu as boas vindas ao público e aos convidados, e anunciou algumas mudanças no modelo do ES Brasil Debate. “Transformamos o evento em um programa de televisão para levá-lo a mais pessoas. Decidimos fazer debates com uma plateia menor, mas produzindo o vídeo e divulgando para milhares de pessoas. Este foi o modelo que nos permite fazer mais eventos, discutir mais temas e distribuir conteúdo mais abrangente. Queremos que as nossas cidades melhorem com as nossas discussões”, declarou.

O mediador do debate, Pablo Lira, saudou o organizador do evento e afirmou ser um grande prazer discutir essa temática tão relevante pra nossa sociedade. “O debate vem abordando ao longo dos últimos anos temas de extrema importância para a sociedade capixaba. Já foram discutidos a segurança pública, a logística, os portos, o associativismo, entre outros”, considerou. “Faço uma saudação especial ao amigo Mário Fernando, que conduz com eficiência a equipe da Revista ES Brasil. Essa iniciativa vem produzindo conhecimento qualificado, o que é tão importante para os dias de hoje. A Revista ES Brasil vem contribuindo para levar essa informação de qualidade à sociedade capixaba”.

Mobilidade urbana

O primeiro assunto abordado no ES Brasil Debate foi a grande concentração de veículos na Grande Vitória e a necessidade de outras formas de transporte coletivo. “Normalmente, quando pensamos na mobilidade urbana pensamos nos transportes modais. Raramente concentramos a atenção no espaço urbano e uma das maneiras mais importantes para resolver essa questão é reorganizar a ocupação do solo”, levantou Antônio Marcus Machado.

A professora Gesiane Silveira concordou com os pontos levantados pelo secretário. “Ainda acrescento o mito que abrir ruas melhoraria o trânsito. Na verdade, deve haver mudança de cultura e incentivar a população a sair do transporte individual e valorizar os meios coletivos”, opinou. Ela alerta para a necessidade de realizar investimentos nesse tipo de transporte para melhorar a qualidade.

“Sempre se discute qual a melhor opção para Vitória: BRT ou VLT? Precisamos de dados para fazer estudos e chegar a melhor alternativa. Para começar, o aquaviário deveria ser reativado. O VLT é atraente, bonito, não polui e atrai o usuário do transporte individual com mais facilidade. Mas é mais caro e a implantação é mais demorada. Já o BRT é mais econômico. É necessário estudar e ver os prós e contras”, comparou Gesiane.

O secretário Paulo Ruy Carnelli destacou que um projeto de lei que contempla a mobilidade urbana será encaminhado à Assembleia em breve. “A proposta mais concreta do momento é uma arrumação da estrutura atual através de implantação de faixas preferenciais. O que precisa ser feito junto com as prefeituras é a reintegração do transporte coletivo em Vila Velha e Vitória, que vai reduzir a quantidade de carros circulando e otimizar o sistema”.

ES Brasil Debate

O evento é uma iniciativa da Revista ES Brasil para discutir grandes entraves e gerar propostas e oportunidades de desenvolvimento. Por isso, os especialistas colocaram em pauta assuntos como o transporte metropolitano, as intervenções viárias, as alternativas para transporte coletivo, a captação de recursos e elaboração de políticas públicas eficazes e eficientes.

A edição anterior foi realizada em maio e trouxe à tona as diversas questões que envolvem a estrutura logística do Espírito Santo. O encontro aconteceu no auditório da Findes. O debate teve o objetivo de impulsionar as conversas sobre o assunto e incentivar o alcance de melhores níveis de competitividade nos cenários nacional e internacional.

 

 

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome