Empresários discutem oportunidades de negócios em celulose e infraestrutura

Foto: Divulgação

Encontro será realizado na terça (26) e contará com um panorama da atual situação econômica e política do país.

O tema “Eleição 2018 – o antes e o depois” vai nortear o encontro de economistas, cientistas políticos e executivos do Espírito Santo na próxima terça-feira (26). Eles se reúnem para fazer um panorama da atual situação política e econômica do país. O secretário de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, Jorge Arbache, estará em Vitória para falar sobre o Fundo Brasil-China de investimentos.

O secretário de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, Jorge Arbache, é um dos convidados. Foto: Divulgação

A reunião trimestral do Grupo Permanente de Acompanhamento Empresarial do Espírito Santo (GPAEES) será no Sheraton Vitória Hotel, das 8h30 às 12h30. O evento é voltado para convidados e associados da consultoria Vieira & Rosenberg. A abertura será feita pelo pesquisador em Economia Luis Paulo Rosenberg. Ele vai falar sobre o cenário macroeconômico, abordando desde as reformas até perspectivas sucessórias.

Confirmada também a presença do cientista político e coach de performance Paulo Sérgio Rosa. A abordagem dele será sobre a sobrevivência empresarial dentro do atual contexto político e social do país. Ele foi o criador do método de educação e comunicação “Pensando Juntos”, aplicado em 17 países e disponível em oito idiomas.

Oportunidades

No segundo momento do encontro, o gerente geral industrial da Fibria Unidade Aracruz, Marcelo de Oliveira, vai falar sobre os negócios e os desafios do setor de celulose e papel. Recentemente a empresa foi eleita a melhor companhia do segmento e a Empresa do Ano pelo anuário Época Negócios 360º.

Para finalizar a reunião, o economista Jorge Arbache, do Ministério do Planejamento, vai detalhar o Fundo de Cooperação para Expansão e Capacidade Produtiva Brasil-China. O aporte é de de US$ 20 bilhões em créditos para projetos nas áreas de infraestrutura, manufatura, tecnologia e agronegócio.

Compartilhe

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome