Dólar abre cotado em R$3,75 à espera de pesquisa eleitoral

Foto: Reprodução

A cotação da moeda norte-americana encerrou esta terça-feira (09) em queda de 1,47%

A cotação da moeda norte-americana inverteu a tendência de queda dos últimos dias abrindo hoje (11) em alta de 1,01%, valendo a R$ 3,7482 para venda, depois de encerrar ontem em queda de 1,47%.

O Índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), iniciou o pregão desta quarta-feira em queda de 1,85%, com 84.494 pontos, também interrompendo a série de alta.

Cenário eleitoral

Segundo a agência Reuters, na avaliação do mercado, as declarações do candidato Jair Bolsonaro (PSL) sobre a reforma da Previdência, afirmando que a atual proposta do presidente Michel Temer dificilmente será aprovada, vai na contramão do economista Paulo Guedes.

“Ele se coloca numa posição de antagonismo à de seu assessor econômico, que é mais agressivo (no que se refere à reforma da Previdência)”, disse à Reuters o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva, para quem o viés segue sendo de baixa para o dólar “porque o mercado ainda crê na vitória de Bolsonaro no segundo turno”, afirmou.

Além disso, o mercado aguarda ainda a divulgação da pesquisa Datafolha, a primeira após o primeiro turno da eleição presidencial. No exterior, o dólar também subia ante as divisas de países emergentes, como o rand sul-africano e o peso mexicano.

Vale destacar que desde agosto, a moeda norte-americana vinha se mantendo acima de R$ 4, em meio a incertezas sobre o cenário eleitoral e também ao cenário externo mais turbulento, o que fez aumentar a procura por proteção em dólar.

*Da redação com informações da Agência Brasil, G1 e Reuters

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!