Após denúncias de Temer, dólar atinge R$3,43

Foto: Divulgação

Às 10h48, a moeda norte-americana subia 9,45%, cotada a R$ 3,43 na venda

Nesta quinta-feira (18), o dólar disparou depois das denúncias envolvendo o presidente Michel Temer. De acordo com o G1, às 10h48, a moeda norte-americana subia 9,45%, cotada a R$ 3,43 na venda. Com isso, o dólar futuro atingiu o limite máximo permitido de 5,63% (R$ 3,3235).

O dólar futuro é um produto negociado em bolsa (um derivativo) que representa o quanto as instituições financeiras acreditam que a moeda norte-americana estaria valendo no futuro. O que está sendo negociado nesta quinta-feira tem vencimento para 1º de junho.

Em entrevista à Reuters, o superindente de câmbio do Banco Ourinvest, Ralph Bigio, informou que para evitar oscilações excessivas, a bolsa estipula um limite diário para variação do dólar futuro. “Quem é que vai vender dólar a R$ 3,20 se amanhã ele pode estar a R$ 3,90?”, questionou.

O Banco Central anunciou nova intervenção no mercado, com leilão de swaps tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, e que não eram voltados para rolagem de contratos já existentes.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome