Dólar cai após pesquisa eleitoral

Reprodução web

Está é a maior queda da moeda norte-americana em três meses

Após o anúncio dos resultados da última pesquisa do Ibope colocando o candidato a presidente, Jair Bolsonaro (PSL), 11 pontos à frente do seu concorrente, Fernando Haddad (PT), o dólar recuou 2,08%, a R$ 3,93 na venda. Este é o menor nível desde 17 de agosto, quando a moeda custou R$ 3,91 e também a maior queda percentual desde os 2,15% ocorrida em 15 de junho passado.

A queda é resultado da reação dos investidores ao novo levantamento de intenção de votos para eleição presidencial do Ibope revelado às vésperas da eleição. Segundo a pesquisa, Haddad (PT) não saiu dos mesmos 21% de antes, enquanto Bolsonaro (PSL) avançou 4 pontos em relação aos 27% do levantamento anterior.

Para o economista-chefe da DMI Group, Daniel Xavier, “o candidato do PSL é interpretado pelo mercado como uma alternativa mais razoável para o andamento das reformas econômicas a partir de 2019. Isto porque conta com uma plataforma de cunho mais liberal, baseada em privatizações e revisão dos gastos fiscais. O principal economista de Bolsonaro é Paulo Guedes, de formação ortodoxa”.

A Bolsa de valores, Ibovespa, fechou a terça-feira (02) em alta com, 81.593,85 pontos. Foi a maior alta desde novembro de 2016 com 3,98%. Além da pesquisa, a valorização se deu por conta da alta nas ações do Banco do Brasil que subiram 11,41%, a R$ 31,43. E as preferenciais da Petrobras avançaram 8,67%, a R$ 22,82, enquanto as ordinárias ganharam 6,74%, a R$ 25,81.

Fonte: Metro ES.


Leia mais

Justiça Eleitoral alerta sobre boato envolvendo voto incompleto ou parcial

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!