“Dia D” de vacinação contra a gripe neste sábado (13)

Foto: Divulgação/ Blog da Saúde

Segundo a Secretaria de Saúde, a meta é vacinar, pelo menos, 90% do público-alvo no período da campanha, que termina no dia 26 de maio.

Os postos de saúde de todo o Estado estarão abertos neste sábado (13) para o “Dia D” de vacinação contra a gripe. A campanha nacional começou no dia 17 de abril e a expectativa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é que a imunização atinja, até sábado, 80% do público-alvo (968.615 pessoas) no Espírito Santo.

Segundo a Sesa, a meta é vacinar, pelo menos, 90% do público-alvo no período da campanha, que termina no dia 26 de maio. Ate o momento, 314.004 pessoas haviam sido vacinadas contra a gripe no Estado.

A vacina previne contra a Influenza H1N1, a Influenza H3N2, e a Influenza B. Qualquer pessoa que faz parte do grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde pode ser vacinada, exceto aquelas que têm alguma alergia grave a ovo ou a algum componente da vacina.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, destacou que “a vacina não pode ser vista como uma medida curativa, mas sim preventiva, que visa evitar a forma mais grave da gripe e também complicações que podem surgir por causa da doença”. No entanto, o número de pessoas vacinadas no Estado até o momento ainda é baixo, visto que o período da campanha já passou da metade.

Além disso, o objetivo do “Dia D” é dar oportunidade às pessoas que não conseguem se deslocar até uma unidade de saúde durante a semana. “É importante que as pessoas se vacinem entre abril e maio para quando chegar o inverno, que é a época com mais casos da doença, elas já estejam protegidas”, ressaltou a coordenadora.

É importante destacar que a gripe pode ter complicações e levar a óbito, e a vacina é um meio de prevenção e não de cura. “Nossa preocupação é que já estamos para mais da metade da campanha e pouco mais de 50% do público-alvo já deveria ter sido vacinado”, disse.

Apesar de muitas pessoas temerem tomar a vacina dizendo que logo após a imunização ficam gripadas, a coordenadora destacou que não há relação, pois a vacina passa a fazer efeito após 15 dias da aplicação.

Público-alvo

Neste ano, o público-alvo para a vacinação são crianças de 06 meses até menores 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores de saúde; pessoas com doenças crônicas, como diabetes tipos I e II em uso de medicamento e hipertensão sistêmica com presença de outras doenças; indígenas; pessoas com 60 anos de idade ou mais; professores; população privada de liberdade; adolescentes e jovens sob medida socioeducativa; funcionários do sistema prisional; gestantes; e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto).

Os professores passaram a integrar o grupo prioritário de vacinação contra influenza este ano. Estão sendo vacinados aqueles que atuam em sala de aula nas escolas públicas e particulares dos ensinos infantil (incluindo os berçaristas), fundamental, médio e superior. Não estão incluídos no grupo os aposentados ou licenciados, nem outros profissionais da comunidade escolar.

Crianças, trabalhadores de saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores compõem uma população de 722.718 pessoas a serem vacinadas contra gripe, e, até o momento, 268.355 pessoas dessa população alvo foram imunizadas. Dentro da população com doenças crônicas, até o momento foram vacinadas 45.649 pessoas do total de 143.237 a serem imunizadas.

Doses

Do total de 1.065.500 doses da vacina contra influenza que serão enviadas pelo Ministério da Saúde, o Espírito Santo já recebeu 1.008.000, o que representa 95% do quantitativo total. O restante das doses (57.500) deve chegar ao Estado no dia 19 de maio.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome