Cristiane Brasil na mira de operação contra fraude no Ministério do Trabalho

Deputada Cristiane Brasil nomeada para o Ministério do Trabalho
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Polícia investiga organização criminosa que teria cometido fraudes na concessão de registros de sindicatos

A segunda fase da Operação Registro Espúrio foi deflagrada na manhã desta terça-feira (12) pela Polícia Federal. O objetivo é aprofundar as investigações sobre fraudes na concessão de registros de sindicatos pelo Ministério do Trabalho. Uma suposta organização criminosa seria formada por políticos e servidores.

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) é o alvo da operação. A PF cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete e no apartamento funcional da parlamentar. Eles foram expedidos pelo STF. Outras três pessoas são alvo da operação.

A Polícia Federal informou por nota que “além das buscas, a pedido da Polícia Federal e da PGR, serão impostas medidas cautelares consistentes em proibição de frequentar o Ministério do trabalho e de manter contato com os demais investigados ou servidores do Ministério”.

A PF chegou à deputada a partir do material apreendido na primeira fase da Operação. As investigações analisaram conversas de WhatsApp do funcionário do Ministério do Trabalho, Renato Araújo Júnior, que foi preso na primeira fase.

A assessoria de Cristiane Brasil disse, por meio de nota, que a deputada foi surpreendida pela operação. E espera que os fatos sejam esclarecidos em breve. Segundo o texto, a deputada não tem papel nas decisões tomadas pelo Ministério do Trabalho. “Espero que as questões sejam esclarecidas com brevidade, e meu nome, limpo”, diz Cristiane Brasil.

Cristiane Brasil é filha do presidente do PTB nacional, Roberto Jefferson, que também é alvo da Operação. Ele também teve seus endereços vasculhados pela Polícia Federal.

1ª FASE

A primeira fase da Operação Registro Espúrio foi deflagrada no dia 30 de maio. Os alvos foram os deputados federais Paulinho da Força (SD-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Wilson Filho (PTB-PB). Além do presidente do PTB e pai de Cristiane Brasil, deputado cassado Roberto Jefferson; o suplente de deputado Ademir Camilo Prates Rodrigues (MDB-MG); e os senadores Dalírio Beber (PSDB-SC) e Cidinho Santos (PR-MT), atualmente licenciado do mandato.

*Com informações da Agência Brasil

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!