Consignado: redução da taxa vai gerar economia de R$5 BI

A redução do teto dos juros cobrados em empréstimos consignados deve gerar uma economia de R$5 bilhões ao ano

O Governo Federal decidiu reduzir, pela segunda vez, o teto dos juros cobrados em empréstimo consignados para servidores públicos, aposentados  e pensionistas, o que deve gerar uma economia de R$ 5 bilhões ao ano.

Segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, com o orçamento menos comprometido com taxas de crédito, o brasileiro terá mais recursos para injetar no mercado.

Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira

“Isso é mais dinheiro que fica para o aposentado, para o servidor usar para suas necessidades. Trata-se de uma medida muito importante, que adotamos hoje no sentido de reduzir o custo dos financiamentos no Brasil”, afirmou.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome