Concessão conjunta dos aeroportos de Vitória e Macaé desagrada Hartung

Paulo Hartung - reunião sobre concessão do aeroporto de Vitória

A proposta foi revelada pelo Ministérios dos Transportes, mas o governador acredita que não será benéfico para o ES

Recém-inaugurado, o novo aeroporto de Vitória já é assunto outra vez. A privatização do terminal está em discussão e o pregão pode acontecer ainda este ano. No entanto, a possibilidade de haver concessão conjunta com o aeroporto de Macaé, no Rio de Janeiro, desagradou o governo capixaba.

Paulo Hartung criticou o modelo do governo federal que pretende incluir os dois aeroportos em um bloco único de concessão à iniciativa privada. O governador se posicionou durante reunião com o Superintendente do Aeroporto de Vitória – Eurico de Aguiar Salles, Kleyton Peixoto Mendes. O encontro foi realizado no gabinete do governador, no Palácio Anchieta, em Vitória.

De acordo com Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, o valor de outorga é de R$ 712 milhões. O processo vai garantir à empresa vencedora do leilão, previsto para sair ainda neste ano, 30 anos de exploração do aeroporto de Vitória.

Paulo Hartung acredita que o modelo não é o mais benéfico ao Estado e pode gerar prejuízos. “O aeroporto de Macaé é bastante deficitário, vai acabar sendo subsidiado pelo aeroporto de Vitória e isso pode trazer prejuízo aos capixabas”, avaliou o governador.

Leia mais:
Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!