Cientistas fazem células cancerígenas se autodestruírem

Descoberta foi feita pelo Instituto de Pesquisa Scripps (TSRI), localizado nos Estados Unidos

Uma equipe de cientistas dos Estados Unidos descobriu um possível fármaco que faz com que as células cancerígenas se autodestruam, segundo uma publicação da revista “Proceedings of The National Academy of Sciences”, realizada no início do mês de maio.

A descoberta, feita por cientistas do Instituto de Pesquisa Scripps (TSRI), na Flórida, constatou que o novo composto químico age sobre as células cancerígenas com mais precisão do que qualquer tratamento existente.

De acordo com o professor Matthew Disney, que liderou a equipe de pesquisa, o grande avanço deste possível remédio é a precisão, já que ataca diretamente as células que causam a doença (inclusive as que permanecem ocultas) e não afeta às células saudáveis.

Caso seja aprovado, a expectativa é que o fármaco possa ser aplicado no futuro a todos os tipos de tumores, combatendo ainda doenças virais graves como a zika e o ebola.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome