Cesan produz resultado recorde

Foto: Assessoria de Comunicação da Cesan

A Companhia Espírito Santense de Saneamento prevê investimento de R$ 2 bilhões nos próximos quatro anos

Em tempos de crise econômica e de recursos hídricos, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) conseguiu sair na frente. A empresa que está presente em 52 dos 78 municípios capixabas apresentou o maior resultado econômico de sua história, o que representa um novo avanço em termos de saneamento e distribuição de água no Estado do Espírito Santo.

Em 2017, a empresa obteve R$ 126,7 milhões de lucro liquido e realizou investimentos de R$ 228 milhões em saneamento, que beneficiaram 2,3 milhões de pessoas com água tratada de qualidade e 1,4 milhão de pessoas com coleta e tratamento de esgoto.

O lucro líquido de R$ 126,7 milhões em 2017 foi o maior já alcançado pela Empresa e 38,5% superior ao lucro de 2016, de R$ 91,5 milhões. Já a receita líquida atingiu R$ 757,3 milhões, representando um crescimento de 6,3% em relação ao período anterior. Os custos e despesas de R$ 631,8 milhões foram 4,5% superiores em relação ao exercício de 2016, que totalizou R$ 604,6 milhões; a geração de caixa operacional (Ebitda) foi de R$ 224,1 milhões em 2017.

O Plano de Negócio da companhia prevê, ainda, investimento de R$ 2 bilhões no período de 2018 a 2022, aponta o presidente da Cesan, Pablo Andreão. Desta forma, os recursos provindos do lucro da empresa serão destinados à realização de investimentos na coleta e tratamento de esgoto e em ações estruturantes na distribuição de água aos municípios.

Andreão garantiu que os indicadores econômicos da companhia são provenientes do alinhamento da equipe da Cesan com as diretrizes estratégicas do Governo do Espírito Santo. “Este resultado só foi possível porque houve um aprimoramento da gestão empresarial, controlando os custos, aumentando a receita e melhorando a prestação de serviços para a população capixaba com a realização de investimentos significativos”, afirmou o presidente.

Além disso, os lucros da empresa são revertidos para a população. A Cesan já está estudando a expansão do programa Pró-Rural, que visa a execução de obras de abastecimento de água e de esgotamento sanitário que melhoram a saúde da população e reduzem a poluição no meio ambiente. Também foram iniciados empreendimentos de esgotamento sanitário do Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem, o maior programa ambiental já realizado no Estado, cujo financiamento vem do Banco Mundial e vai investir cerca de R$ 1 bilhão em cinco anos.

O governador Paulo Hartung disse que a Cesan intensificará os serviços prestados nos municípios de São Mateus, Linhares e na região litorânea de Aracruz. “Com muito diálogo estamos conversando com as prefeituras, câmaras municipais e a sociedade destes municípios. Onde temos serviços autônomos de água e esgoto o serviço evoluiu muito pouco, tanto na coleta e tratamento quanto na distribuição de água. São serviços com baixa capacidade de investimentos. Estamos sugerindo aos prefeitos procurar alternativas e colocando a Cesan como uma importante opção”, destacou Hartung.

Os R$ 228 milhões investidos em 2017 resultaram em:

– 163 mil metros de adutoras e redes de distribuição de água;

– 68 mil metros de redes coletoras e emissários de esgoto;

– 14.960 ligações domiciliares de esgoto, e uma estação de tratamento de água (ETAs);

– 60 bilhões de litros de esgoto retirados do mar, lagoas e rios, contribuindo com a qualidade de vida das pessoas e com o meio ambiente.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!