24 C
Vitoria, Espírito Vitória - Brasil
quinta-feira, setembro 20, 2018
Conteúdo Publicitário

O incêndio no Museu Nacional e o valor que não damos à cultura

Não é "apenas" um museu incendiado. É a morte de uma rica parte da História. É a deterioração da já desvalorizada cultura brasileira acontecendo a passos largos diante de nossos olhos e sem que nada efetivo seja feito. É o descaso com todo o estudo e pesquisa dedicados à constituição de um rico acervo científico. Não foi "apenas" um...

Números do descaso

Nota 2 Os R$ 268,4 mil gastos pelo Museu em 2018 equivalem a menos de 15 minutos de gastos do Congresso Nacional em 2017. Câmara e Senado custaram R$ 1,16 milhão por hora no ano passado, segundo dados da ONG Contas Abertas, que acompanha os gastos do governo. Outro exemplo do pouco valor dado à cultura no Brasil: esses mesmos R$...

Números da perda

Nota 1 O Museu Nacional abrigava um acervo impressionante com 20 milhões de peças (das áreas de antropologia, botânica, entomologia, geologia e paleontologia). Havia uma biblioteca com mais de 474 mil volumes, entre livros, periódicos e outras publicações sobre ciências naturais, e em torno de 2,4 mil obras raras. Leia mais Números do descaso

Do micro para o macro

Antes de falar que é tudo mi-mi-mi, reflita. Antes de dizer que não existe machismo, pense um pouquinho mais, estude, leia bons textos de quem entende do assunto. Esqueça o blá-blá-blá dos que emitem opiniões rasas. O problema é estrutural, grave, vem das coisas mais simples, dos comportamentos e falas que muitos teimam em chamar de brincadeira e piada,...

Não é “mi mi mi”

Conta aí: a cada duas horas, uma mulher é vítima de assassinato no Brasil. Ou seja, se são 16 horas agora, oito já foram mortas. São 12, todos os dias. Todos os dias, uma dúzia de mulheres são assassinadas brutalmente. Muitas delas são atacadas por um marido, namorado, parceiro ou ex. Um homem que não aceita qualquer gesto que lhe...

Julgar menos

O certo é que, cada vez mais, precisamos exercitar o não julgar. Atirar pedras em tudo e em todos virou uma prática comum e, de certa forma, aceita nas redes. Para causar é preciso ferir, escolher um alvo e atirar. Assim, garantimos likes e, de quebra, alimentamos o ódio, reforçamos preconceitos, legitimamos os ranços. Hora de pensar mais antes de...

Um amor não desmerece outros

Triste é ver nas redes sociais pessoas criticando a comoção por casos como o da Tailândia. Fazendo comparações desnecessárias com a fome na África ou com os assassinatos de crianças e adolescentes nas periferias do Brasil. Como se ter empatia por uma situação te impedisse de ter empatia por outra. Não, gente. O que acontece é que algumas notícias repercutem...

A caverna da Tailândia

As "cavernas" da vida e o amor Eu poderia dizer muitas coisas sobre o emblemático resgate dos 12 meninos, os "javalis selvagens", e de seu técnico de futebol, na caverna Tham Luang, na Tailândia, ocorrido no mês de julho. Mas acho que o essencial mesmo, nessa linda história de superação, é o amor. Amor das equipes que se empenharam nessa duríssima...

Reflexão

"É melhor não ter filhos do que não se dedicar a eles com carinho e maturidade" No livro "Crianças Terceirizadas", o pediatra José Martins Filho é enfático ao dizer que "É melhor não ter filhos do que não se dedicar a eles com carinho e maturidade". A publicação traz reflexões importantes. "Será que todos os seres humanos precisam ser pais?...

Conversas de parquinho

Conversa de parquinho
Para compensar as ausências pais, muitas vezes, enchem os filhos de presentes e mimos Eu já ouvi vários comentários, e não somente de babás, sobre a ausência dos pais. Há mães e pais mesmo que dizem: "Não abro mão de nada". "Tenho babá para o dia, para a noite e babá folgadora, para os finais de semana". "Não viajo sem minha...

Filhos terceirizados

Filhos tercerizados
Alguns pais, mesmo com tempo livre, têm optado por deixar seus filhos aos cuidados de babás ou familiares Quando decidi engravidar pela primeira vez, uma das primeiras coisas que pensei foi: "quero ser uma mãe presente". E isso independentemente de trabalhar fora ou não. Minha luta diária é para ter tempo (de qualidade) para oferecer a meus filhotes. Tempo para lamber...

Criança é alegria

Crianças são parte da vida e enchem o mundo de felicidades É sempre mais fácil apontar o dedo. É moleza dizer: "quando eu tiver um filho, ele jamais vai agir assim", "meu filho nunca vai fazer isso ou aquilo"... Se você é desses que vive julgando os filhos dos outros e se incomodando com a presença nem sempre silenciosa das crianças,...

Não julgue

A sugestão é não julgar; e, sim, avaliar de forma simplista e com paciência Tenhamos mais tolerância com as crianças. Digo isso, especialmente, a quem não tem filhos. Lembro-me de que, quando eu não tinha filho, jamais olhei de cara feia ou me incomodei com uma criança chorando insistentemente no avião, por exemplo. Eu me colocava no lugar daquela mãe...

Sobre gente que se incomoda com criança

Algumas pessoas não sabem lidar com crianças. É necessário paciência e compaixão em uma situação como essa No meu Facebook, vi certa vez um post de desabafo de uma conhecida, que não tem filhos, reclamando que, no avião, durante uma viagem, deu o azar de sentar do lado de uma "criancinha daquelas bem pirracentas, chatinha, que chorou o voo inteiro". Fiquei...

Crianças precisam ser ouvidas

Crianças desejam ser ouvidas. Elas buscam respostas, ainda que não tenhamos as explicações Que a gente sempre tenha paciência - e tempo -, para ouvir, responder e dar atenção a nossas crianças. Que a gente evite dizer: "não posso te responder agora", "não vou falar sobre isso com você", "não tenho tempo para isso". Crianças precisam ser ouvidas. Crianças buscam respostas....

Precisamos ter tempo

Crianças (filhos) sempre serão prioridade. É necessário ter tempo para elas Há uma frase de Mário Cortella que diz muito sobre a atenção (ou a falta de) que dedicamos a nossos filhos. "Quando você diz que não tem tempo para algo, é porque aquilo não é prioridade". Crianças (filhos) sempre serão prioridade. Não digamos que falta tempo. Não as coloquemos em...

Crianças sabem das coisas

Abrir o diálogo com os filhos é importante, mas é necessário um certo cuidado Meu filho de 6 aninhos, o Arthur, me perguntou sobre a morte dia desses. Não foi a primeira vez. Desde uns 2, 3 anos de idade, ele me pergunta. Acho que seu interesse começou cedo por eu ter conversado com ele - de forma lúdica, claro, mas...

O ódio nas redes

As mídias sociais têm sido ambientes cada vez mais propícios para a disseminação do ódio. É preciso avaliar até que ponto isso pode ser nocivo Nas redes sociais, mais ódio, e um ódio que toma proporções virtuais e reais incalculáveis. As pessoas manifestam ranço e raiva de tudo: de uma simples opinião diferente da sua; de uma ideologia que condenam,...

Os ódios nossos de cada dia

Ter raiva/ódio em algumas situações é algo muito humano. Fato. Mas ter muitas raivas pode mostrar que algo não vai bem dentro de nós Não vou falar de Marielle Franco, a vereadora assassinada brutalmente no Rio de Janeiro. Embora esse tema permita uma série de reflexões importantes, vou me ater a falar de ódio, que também tem a ver com...

Pense

O impulso é um grande aliado do ódio. É necessário pensar a respeito O que eu faço é sempre tentar pensar, antes de disparar em direção a quem quer seja, no cotidiano ou no meio digital, qualquer rajada de sentimento negativo. O impulso é um grande aliado do ódio. É desse agir sem refletir que o ódio precisa para se multiplicar....