Campanha de vacinação contra gripe: 45 milhões de imunizados no País

Vacinação contra gripe
Foto: Divulgação/Sesa

O Espírito Santo cumpriu a meta do Ministério da Saúde de vacinar 90% do público-alvo

A campanha nacional de vacinação contra a gripe terminou nessa sexta-feira (22) em todo o Brasil. Dados do Ministério da Saúde apontam que 45,8 milhões de um total de 54,4 milhões receberam a dose.

O Espírito Santo está entre os estados que já vacinaram mais de 90% do público-alvo. Também se destacam na cobertura vacinal Goiás, Amapá, Distrito Federal, Ceará, Tocantins, Maranhão, Paraíba e Alagoas.

Cenário capixaba

Neste ano, até o momento, a Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa) registrou um total de 108 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Foram 41 casos por Influenza A (H3N2), 63 casos por Influenza A (H1N1) e quatro casos por Influenza B. Deste total, 12 casos evoluíram para óbito, sendo dois por Influenza B, dois por Influenza A (H3N2) e oito por Influenza A (H1N1).

Públicos-alvo

O principal alerta é entre crianças. O País já contabiliza 44 mortes de menores de 5 anos por complicações relacionadas à gripe. O número é mais que o dobro do registrado no mesmo período do ano passado, quando ocorreram 14 óbitos.

De acordo com o Ministério da Saúde, até o momento, 3,6 milhões de crianças com idade entre 6 meses e menores de 5 anos ainda não foram imunizadas. Este é o grupo prioritário com menor cobertura vacinal (67,7%), seguido pelas gestantes (71%).

Os grupos com maior cobertura são professores (98%), puérperas (96,2%), idosos (91%), indígenas (90,5%) e trabalhadores da saúde (88,6%).

A partir desta semana, o governo federal recomenda que municípios com doses ainda disponíveis ampliem a vacinação para crianças de 5 a 9 anos e para adultos de 50 a 59 anos.

Vacinação contra gripe

A Região Sudeste é a que tem menor cobertura vacinal contra a gripe até o momento, com 77,2%. Em seguida estão Norte (78,4%), Sul (84,8%), Nordeste (89,3%) e Centro-Oeste, com a melhor cobertura (96,5%).

O último boletim do Ministério da Saúde mostra números da doença até 16 de junho. Foram registrados 3.122 casos de influenza em todo o país, com 535 óbitos. Do total, 1.885 casos e 351 óbitos foram por H1N1 e 635 casos e 97 óbitos por H3N2. Foram registrados 278 casos e 31 óbitos por influenza B e 324 de influenza A não subtipado, com 56 óbitos.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!