Brasil termina 2017 com fechamento de 20.832 postos de trabalho

carteira de trabalho
Foto: Agência Brasil

Para o Caged, que divulgou os dados, a queda de 0,05% em relação ao total de vagas em 2016 mostra estabilidade no nível de emprego, frente a anos anteriores.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou dados que mostram a perda de postos de trabalho em 2017. A porcentagem de redução foi pequena em relação ao número de empregados em no final de 2016. A queda foi de 0,05% e representa a extinção de 20.832 vagas de trabalho no ano passado.

Este é o terceiro ano seguido com queda na quantidade de postos. “Para os padrões do Caged, esta redução em 2017 é equivalente à estabilidade do nível de emprego, confirmando os bons números do mercado na maioria dos meses do ano passado e apontando para um cenário otimista neste ano que está começando”, afirmou o ministro do Trabalho substituto, Helton Yomura.

De acordo com os dados, as contratações totalizaram 14.635.899 e as demissões, 14.656.731. Os números do Caged 2017 já incluem contratos firmados pela reforma trabalhista, como a jornada parcial e a jornada intermitente. Foram, ao todo, 2.851 admissões para trabalho intermitente no mês de dezembro e 227 desligamentos. Em relação ao trabalho parcial, foram 2.328 admissões e 3.332 desligamentos, no mesmo período. O saldo foi de queda de 1.004 empregos.

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!