Atuação do Banco Central faz dólar fechar em queda após recorde de alta

Banco Central - dólar
Brasília - Edifício-sede do Banco Central do Brasil (Wilson Dias/Agência Brasil)

O presidente da entidade divulgou que vai realizar leilões adicionais de contrato de swap cambial, equivalente à venda de dólares no mercado futuro

O dólar comercial fechou a semana cotado a R$ 3,706. Isso representou uma queda de 5,59%. O movimento interrompe três altas seguidas ao longo da semana. Nesta quinta-feira (7), o dólar norte-americano fechou o pregão vendido a R$ 3,926, a maior cotação desde março de 2016.

A queda é reflexo direto da decisão anunciada na quinta pelo presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn. Ele divulgou que vai realizar leilões adicionais de contrato de swap cambial, equivalente à venda de dólares no mercado futuro, no valor total de US$ 20 bilhões.

Com o forte recuo, o dólar fecha a semana com desvalorização de 1,6%. Mas, no acumulado do ano, a moeda dos Estados Unidos cresceu 11,8% frente ao real.

Leia também:
Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!