Augusto Cury firma parceria com a PF para diminuir a violência em escolas públicas

Foto: Divulgação

Cerca de quatro mil alunos serão atendidos nas cinco regiões do país

O autor e psiquiatra Augusto Cury firmou uma parceria com a Polícia Federal (PF) para ajudar a conter a onda de violência entre os próprios alunos e entre alunos e professores em regiões com grande vulnerabilidade social no Brasil.

Com essa medida, a Academia Nacional de Polícia (ANP), da Polícia Federal, irá utilizar o método do Programa da Escola de Inteligência, apontado como o maior programa mundial de desenvolvimento das habilidades socioemocionais, atualmente atendendo diretamente mais de 200 mil alunos em escolas de todo Brasil.

Idealizado por Cury, para realização de projeto piloto em escolas públicas que apresentem um ambiente de vulnerabilidade social e violência, o projeto visa a intervir em situações nas quais será realizado um trabalho de educação de jovens e adolescentes, de maneira gratuita, para gerenciamento de emoções.

As principais vantagens do Programa são o gerenciamento das emoções e desenvolvimento da inteligência, melhoria do rendimento escolar e do aprendizado, habilidades para construir relações saudáveis a administrar conflitos. Também estimula a postura empreendedora e criatividade, o combate e prevenção ao bullying e às drogas e o aumento da qualidade de vida dos professores, pais e alunos.

Para isso, foram escolhidas cinco escolas, uma em cada região do país, para implementação do programa nos estados: Rio Grande do Sul (Santa Maria), São Paulo (Araraquara), Ceará (Fortaleza), Amazonas (Manaus) e no Distrito Federal (Planaltina). A proposta é ampliar a parceria para atingir mais escolas e por consequência mais alunos de todo o Brasil.

A identificação foi feita pela Polícia Federal com apoio da Secretaria Estadual de Educação de cada estado. Serão cerca de quatro mil alunos atendidos e o início será no mês de agosto de 2017.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome