Aplicativo de mensagens anônimas alerta especialistas para o bullying virtual

Foto: Foto: Divulgação/Sarahah

Igualmente ao sucesso em que o Secret e o Formspring fizeram no país, é provável que a adesão deste seja grande

Um novo aplicativo anda causando burburinho por permitir enviar mensagens anônimas na internet e sem chance de resposta: o árabe Sarahah. Aqui no Brasil, mesmo já estando disponível desde o dia 21 de julho, o aplicativo ainda é pouco conhecido.

Apesar de disseminar a honestidade e a franqueza no ambiente de trabalho e com amigos, muitas pessoas já começam a se preocupar com o ciberbullying e com a disseminação da cultura do ódio por meio de mensagens ofensivas protegidas pela garantia do anonimato.

O psicólogo da Unimed Vitória, Thiago Cysne, alerta sobre os perigos do aplicativo, principalmente para o público adolescente, um dos maiores consumidores do dispositivo. “Neste espaço as pessoas podem devolver toda a negatividade sem sofrer as consequências do que é dito. Já as pessoas que buscam aprovação no aplicativo podem acabar frustradas. Há maneiras mais amenas e honestas de receber feedback no dia a dia”, avaliou.

Cysne se preocupa pela aprovação desmedida que, principalmente os mais jovens, buscam muitas vezes por conta de baixo autoconfiança. “O anonimato pode proporcionar brincadeiras interessantes para quem deseja interagir com amigos, mas também pode permitir que mensagens preconceituosas de todos os tipos sejam propagadas”.

O jornalista Jorge Pedrosa instalou o aplicativo e disse que se diverte com as mensagens que recebe. “Recebi 14 mensagens, umas foram boas e outras apenas em caráter de brincadeira. Não sabemos quem é a pessoa do outro o lado e Mas não pretendo continuar utilizando o aplicativo, foi apenas por curiosidade”, contou.

Aplicativo

O aplicativo de origem árabe rapidamente se tornou um dos mais populares da App Store dos Estados Unidos, além de ter sido baixado mais de 1 milhão de vezes na Play Store. Em árabe, “sarahah” significa “honestidade”.

O aplicativo permite que sejam enviadas mensagens para a rede de amigos com a possibilidade de identificação ou não do autor. O conteúdo, entretanto, não poderá ser respondido. A ferramenta disponibiliza apenas a função “amei” para catalogar o conteúdo.

Nas configurações do aplicativo é possível mudar a privacidade da conta, fazendo com que o nome do usuário não apareça nos resultados de busca, e, com este recurso ativado, o perfil apareça somente para as pessoas que o usuário enviar o link.

 

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome