Dom Luiz Mancilha Vilela recebe Comenda Jerônimo Monteiro

Comenda
Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

A entrega da honraria foi feita pelo governador Paulo Hartung

O arcebispo de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela, recebeu na manhã desta terça-feira (24) a mais alta honraria, a mais alta honraria concedida pelo Governo do Estado. A Comenda Jerônimo Monteiro no grau grã-cruz é concedida pelos trabalhos prestados por uma pessoa ao Espírito Santo.

Dom Luiz recebeu a comenda das mãos do governador Paulo Hartung. O evento contou com a presença de membros do Poder Executivo Estadual, lideranças religiosas e convidados do homenageado. A solenidade foi realizada no Salão Nobre do Palácio Anchieta, em Vitória.

Em discurso após receber a comenda, Dom Luiz Mancilha Vilela, disse que a homenagem é reflexo dos serviços prestados pela igreja. “Sinto-me honrado por essa comenda que tem um significado importante para o Espírito Santo. O mérito é da Igreja, que tem feito esforços para ser coerente na opção evangélica dos povos por meio de gestos concretos em cada Paroquia voltada aos serviços dos empobrecidos desta sociedade e por meio das pastorais sociais”, destacou.

O governador Paulo Hartung ressaltou que esta é uma homenagem do povo capixaba, por meio do Governo do Estado. O governador também lamentou a aposentadoria de Dom Luiz. Ele destacou que Dom Luiz será um importante personagem na formação e orientação de novas lideranças.

“A Igreja Católica tem uma grande importância, mas hoje estamos homenageando o líder Dom Luiz, que tem uma trajetória lindíssima e tenho certeza que essa homenagem irá causar um grande impacto em Cachoeiro de Itapemirim, onde o senhor iniciou uma liderança social e religiosa importantíssima em nosso Estado”, destacou Paulo Hartung.

História

Natural de Pouso Alto, em Minas Gerais, Dom Luiz chegou ao Espírito Santo há mais de 30 anos, quando se tornou bispo de Cachoeiro de Itapemirim. Em 2003, assumiu a Arquidiocese de Vitória, onde permanece até hoje. No mês passado, anunciou que a Festa da Penha deste ano foi a última que atuou como liderança da Igreja no Estado. No ano passado, ele já havia anunciado que deixaria o cargo. No entanto, o sacerdote explicou que ainda precisa de uma aprovação do Vaticano para que deixe o comando da Arquidiocese de Vitória.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!