Hospital Metropolitano: 21 anos de evolução

Foto: Reprodução

Comemorações pelo aniversário do hospital serão realizadas hoje (30) e no próximo dia 10 de junho


Neste mês de maio, o Hospital Metropolitano completa 21 anos de atividade. E para comemorar, serão realizados um almoço especial, nesta terça-feira (30), e a tradicional festa junina, no próximo dia 10, da qual participarão cerca de 1000 pessoas entre colaboradores, parceiros, médicos e seus familiares.

Localizado no município da Serra, o hospital consolidou-se como referência em diversas especialidades, como terapia intensiva, cardiologia, clínica médica, infectologia, hematologia e oncologia. Também é o único do Espírito Santo a investir em uma unidade totalmente destinada ao paciente geriátrico.

Outro destaque é a busca por constante inovação, com o objetivo de manter o elevado padrão de atendimento e gerar boas experiências para os pacientes. Além disso, se compromete com o bem-estar dos profissionais.

Histórias que mostram a diferença

As trajetórias de vida de muitas pessoas se confundem, em certos momentos, com a do Hospital Metropolitano. Uma delas é a do técnico em radiologia Ademar Antônio de Amorim, de 53 anos.

“Quando comecei a trabalhar no Metropolitano, em 1996, ele tinha pouco mais de um mês de funcionamento e 25 pacientes internados. O quarto andar ainda estava em construção. Tive a oportunidade de estudar e de me profissionalizar por meio da instituição. Amo o que faço”, conta o risonho funcionário, que é admirado pelos colegas por seu bom humor.

Desenvolvimento

Por sua vez, o coordenador do almoxarifado, Maycon Adriano Ribeiro Teixeira, de 30 anos, comemora as suas conquistas junto com a instituição. Em janeiro deste ano, ele ficou noivo e agora se prepara para o casamento, que será realizado no início de 2018. “Encontrei a pessoa certa e estou em um momento profissional que me propicia formar uma família e dar esse passo tão desejado”, disse Maycon.

Contratado em 2008 como auxiliar de farmácia, o jovem alcançou promoções ao longo dos anos. Foi auxiliar de compras, comprador e supervisor de almoxarifado até chegar à função atual, em 2013. “Estou feliz com a evolução da minha vida ao longo desses anos”, afirma.

Excelência no atendimento

Já a advogada Luciana Couri Sady, de 45 anos, só tem agradecimentos a toda equipe do Hospital. Em dezembro de 2016, ela procurou a unidade, à noite, pois sentia muito frio e dores no corpo há alguns dias. A gravidade do seu problema logo foi identificada na triagem, que solicitou exames e a encaminhou ao cardiologista. O médico a diagnosticou com endocardite (inflamação das estruturas internas do coração), doença que a advogada já havia enfrentado quando criança.

Luciana acentua que foi ao local depois de receber indicações de amigos, que afirmaram que o Metropolitano era um centro de referência em medicina. Ficou 40 dias internada. “Sofri com o problema, mas também fui muito abençoada. Os funcionários demonstraram tanto amor e carinho, que me vi acolhida por todos, do responsável pela limpeza ao médico”, emociona-se ao relatar.

Remegildo Gava – diretor-presidente do Hospital Metropolita. Foto: Sagrilo

Para o diretor-presidente da instituição, Remegildo Gava Milanez, essas histórias são resultados da missão e da visão que norteiam o trabalho da entidade. “A nossa busca por trazer sempre o que há de mais novo e eficiente para o Hospital não passa só pelas áreas técnica e científica. Ela leva em conta a importância do ser humano envolvido nesse processo, o que significa ter compromisso social, valorizar o colaborador e atender com humanidade o cliente. É assim que temos caminhado para nos tornar um centro de excelência em saúde”, explica.

Referência

Atualmente, a unidade é considerada uma das três melhores instituições particulares de saúde do País em clima organizacional, segundo a Associação Nacional dos Hospitais Privados (Anahp). Desde 2012, é acreditada pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), com nível 3 de excelência.

Além disso, há cinco anos integra a relação das 250 Pequenas e Médias Empresas que mais crescem no Brasil, de acordo com estudo realizado pela Deloitte em parceria com a revista Exame PME.

Investimentos

O avanço operacional, técnico e científico faz parte da história do Metropolitano. Este ano, o foco principal do investimento em infra-estrutura visa à ampliação da UTI Geral, cujo número de leitos aumentará de 20 para 30. No mês de janeiro, houve a inauguração da clínica Odontoface, na qual são disponibilizados tratamentos em dez especialidades, entre elas cirurgia bucomaxilofacial. Em março, foi a vez do Núcleo Especializado em Oftalmologia (NEO).

A partir do segundo semestre, está previsto o início das obras de melhoria e ampliação da área de imaginologia, onde são realizados exames de imagem, como ressonância magnética, tomografia, ultrassom e raio-X digital, e ainda das de expansão e revitalização do centro-cirúrgico.

O hospital manteve um posicionamento estratégico para driblar os efeitos da economia atual. “Estamos acompanhando os quadros macroeconômicos para continuar nossos investimentos, o que se reflete na manutenção da qualidade dos serviços que prestamos”, destaca Remegildo Gava Milanez.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome