10 lugares imperdíveis em Vitória

Setembro é o mês de aniversário da nossa capital, Vitória. Mais precisamente no dia 8, a cidade comemorou 466 anos. Por isso, preparamos uma lista com 10 lugares imperdíveis para serem visitados

Se você mora aqui e ainda não foi a alguns desses locais, a oportunidade é essa. E, se é turista, pode ter certeza que vai adorar. Fique tranquilo, pois todos são de fácil acesso, sendo possível ir de carro, de ônibus e até mesmo de bicicleta. Confira.

Parques
Parque Estadual da Fonte Grande

Conhecido como um dos mirantes do Espírito Santo, é ideal para quem deseja relaxar e apreciar a natureza. É possível chegar de carro ou a pé, pelas trilhas. Lá há diversos tipos de animais, como répteis, aves e mamíferos. Todo domingo, exceto em dias de chuva, ocorre a Caminhada Ecológica da Pedra dos Olhos – para participar é necessário fazer inscrição prévia. Então, se você gosta de curtir a natureza, esse é o destino certo!

Parque Pedra da Cebola

Inaugurado em 1997, possui área superior a 100 mil metros quadrados, apresentando vegetação típica da restinga e da Mata Atlântica. Há espaço cultural, jardim oriental, mirante, playground e uma fazendinha com vários animais para se observar. O parque tem esse nome por conta de uma pedra que foi esculpida pela natureza, mas que ficou com a aparência de uma cebola. Está localizado em frente à Ufes, mas também tem acesso pela Mata da Praia.

Gruta da Onça

O Parque Municipal Gruta da Onça está localizado no Centro da capital e está cercado pela Mata Atlântica. Possui uma pequena trilha com placas de direção e informações sobre a sua história. Com certeza, esse passeio renderá belas fotos!

Parque Municipal da Fazendinha

Nada melhor que um lugar para relaxar, e a Fazendinha é uma opção ótima para isso. Está localizada próximo à Rodovia Norte-Sul, em Jardim Camburi. Com extensa arborização, o parque possui também diversos animais, entre eles tartaruga, pássaros e cabritos. Existem também um lago bem ao centro e uma nascente. É ótima dica para as crianças!

Conheça o local:

Catedral de Vitória

A bela Catedral Metropolitana de Vitória está localizada no Centro, sendo importante cartão-postal da cidade. Imponente, ostenta arquitetura peculiar. É difícil encontrar quem tenha passado pela fachada do patrimônio sem ter registrado o momento. Sua construção teve início em 1920, no mesmo lugar da antiga Igreja Matriz da cidade – Nossa Senhora da Vitória. O patrimônio, que é símbolo da capital, foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura em 1984.

Theatro Carlos Gomes

Também localizado no Centro de Vitória, o Carlos Gomes foi construído após o incêndio do Melpômene, que foi o primeiro teatro da cidade. A edificação ficou por conta do arquiteto e construtor André Carloni, que entregou o teatro pronto em janeiro de 1927, com um estilo arquitetônico eclético. O patrimônio foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura, em 1983. Hoje, é palco de diversas apresentações culturais.

Veja mais:

Rua Sete de Setembro

A Rua Sete de Setembro é muito visitada por públicos de diferentes idades, mas que gostam de sentar para ouvir boa música. O antigo shopping a céu aberto deu lugar a bares que trazem gastronomia diversa. Até mesmo o carnaval do Centro de Vitória voltou a ser um dos mais frequentados, com as tradicionais marchinhas. Então, se você quer sair com os amigos e garantir a diversão, essa é uma ótima escolha. E para encontrar é fácil, fica ao lado da Praça Costa Pereira, no Centro.

Galpão das Paneleiras

A moqueca capixaba é o prato tradicional do Espírito Santo e é servida na panela de barro. A fabricação desses utensílios é feita no Galpão das Paneleiras, em Goiabeiras. A técnica é de origem indígena, manual, e inclui queima a céu aberto e tintura de tanino. Esse conhecimento foi passado por índios e colonos que ocuparam o manguezal. O serviço das paneleiras foi reconhecido como Patrimônio Cultural Brasileiro, em 2000.

Conheça o trabalho das Paneleiras:

Ilha das Caieiras

A Ilha das Caieiras é tradicionalmente conhecida pela pesca, gastronomia e cultura das desfiadeiras de siri. Esses são os três pilares que movimentam a economia local. Antigamente o siri era usado apenas para consumo próprio, mas hoje virou tradição que teve início da década de 70. O crustáceo abastece muitos restaurantes de Vitória. Os cardápios oferecem gastronomia diversa e por isso o local é indicado para os apreciadores.

Praia de Camburi

A praia de Camburi tem seis quilômetros urbanizados e arborizados. Toda a orla possui boa iluminação e por isso é um local indicado tanto para passeio quanto para a prática de esportes. O calçadão apresenta pistas específicas para caminhadas, ciclistas, skate e patins. Os idosos contam com uma academia popular. Aos domingos e feriados, das 7 às 13 horas, dois trechos da avenida ficam interditados para os carros, para que a convivência e o lazer dos turistas e moradores sejam possíveis. Outro serviço disponível na orla é o aluguel de bicicletas, permitindo passeios por toda a capital. Há também quiosques que, algumas vezes, oferecem também música ao vivo.

Praça dos Namorados

A Praça dos Namorados está localizada entre os bairros Praia do Canto e Enseada do Suá, sendo uma das áreas mais movimentadas da capital. Durante o dia, é comum encontrar pessoas caminhando ou praticando esportes. Já nos fins de semana, o espaço abriga a Feira de Artesanato Artes na Praça, com barracas que vendem artesanatos e comidas típicas. Essa feira tem mais de 20 anos de tradição e conta com aproximadamente 200 expositores. Lá você vai encontrar ótimas lembrancinhas da nossa região!

Projeto Tamar

No Projeto Tamar, o visitante aprende sobre a conservação das tartarugas marinhas, biologia das espécies e desova, que acontece em vários locais do Estado. Lá existem um auditório para a realização de palestras e três tanques com diferentes espécies. O primeiro representa o ninho e os filhotes e o segundo foi feito para mostrar o risco da captura da espécie na pesca. Já o terceiro foi inaugurado recentemente e tem 226 m², comportando até 100 mil litros de água. O lugar é indicado tanto para apreciar a natureza quanto para o lazer.

Passeio pelo mangue

A Rota Manguezal é um ótimo passeio para quem busca ficar próximo da natureza e contemplar belas paisagens. Hoje a orla do mangue é urbanizada e possui estrutura para apreciar a paisagem. Essa estrutura possui um calçadão com um quilômetro de extensão, ou seja, é possível fazer um passeio tranquilo pelo local.  O fim do calçadão está próximo à Rodovia Serafim Derenzi, em Joana d’Arc.

Veja a galeria de fotos

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome